28/06/16

Aspirina MicroActive

Aspirina é um dos medicamentos mais conhecidos do mundo, já existe há mais de 100 anos e continua a ser amplamente utilizada. Aspirina contém como substância activa o ácido acetilsalicílico que pertence a um grupo de substâncias conhecidas como anti-inflamatórios não esteróides (AINE). Medicamento não sujeito a receita médica.

Aspirina está indicada no alívio de dores de intensidade ligeira a moderada:
  • dores de cabeça
  • dores de dentes
  • dores musculares (costas)
  • dores menstruais 
  • estados febris associados a resfriados ou gripe

Bayer HealthCare em 2015 fez o lançamento da Aspirina MicroActive, uma nova fórmula da
Aspirina clássica, nova tecnologia micro-active, alivia a dor e inflamação duas vezes mais rápido do que apresentação anterior, graças as partículas muito mais pequenas do que as partículas dos comprimidos Aspirina 500mg tradicionais.
Aspirina MicroActive

A Aspirina MicroActive tem também uma embalagem inovadora com blisters no formato de trevo de quatro folhas, sendo os blisters mais pequenos, divisíveis e por isso fáceis e práticos de transportar. Também passou a ser comprimido efervescente na agua e não é um comprimido para engolir.


Especificidades da nova formula:
  1. Dissolve-se 6 vezes mais rápido
  2. O seu ingrediente activo é absorvido para a corrente sanguínea 2,5 vezes mais depressa 
  3. Proporciona alívio da dor 2 vezes mais rápido

Posologia:

Adultos: recomenda-se 1 - 2 comprimidos. Não se devem tomar mais de 8 comprimidos por dia e deve haver um intervalo de 4 - 8 horas entre as tomas.

Crianças a partir de 12 anos: 1 comprimido. Não se devem administrar mais de 3 comprimidos por dia e deve haver um intervalo de 4 - 8 horas entre as tomas.

Não usar em crianças e adolescentes com doenças febris, a não ser por recomendação expressa do médico.

O ácido acetilsalicílico tem demonstrado ser bem tolerado, apesar disso destina-se ao alívio de sintomas ocasionais pelo que não deverá ser utilizada durante períodos prolongados (mais de 3 dias). Usos prolongados podem levar ao aparecimento de imensos problemas de saúde, um dos principais são as hemorragias.

Durante a gravidez e aleitamento, os medicamentos contendo ácido acetilsalicílico não devem ser usados a não ser por receita médica.

Deixe um comentário com a sua opinião, obrigada!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...