03/01/18

Zaldiar

Na farmácia pode encontrar imensa variedade de medicamentos para alivio das dores. Nem todos são iguais e devem ser classificados em função da intensidade da dor.

Os médicos prescrevem opiáceos nos casos específicos de dores realmente fortes, ultimamente tenho recebido muitas receitas com Zaldiar. Uma cliente perguntou me se podia aproveitar os comprimidos que iam sobrar depois de tratamento para outras ocasiões como por exemplo dor de cabeça. Poder pode mas não deve.

Zaldiar é uma associação de dois analgésicos, o paracetamol e o tramadol, que actuam em conjunto para aliviar a sua dor. Zaldiar está indicado na prevenção e no tratamento da dor moderada ou grave, de carácter agudo, subagudo ou crónico quando o seu médico recomendar. Nos casos como dores por cirurgia, dor do trabalho de parto, dor do enfarte agudo do miocárdio, dor traumática, dor provocada pelos cálculos renais ou dor oncológica.

Um comprimido revestido por película contém 37,5 mg de cloridrato de tramadol e 325 mg de paracetamol. Tramadol é um opiáceo que é usado principalmente como analgésico de acção central que alivia a dor actuando sobre células nervosas específicas da medula espinal e do cérebro. O tramadol combina-se com os receptores opiáceos do cérebro e bloqueia a transmissão de estímulos de dor.

Como Zaldiar tem efeito de acção central interage com vários outros medicamentos, por essa razão quanto menos tomar melhor. Também tem uma extensa lista de efeitos adversos. Não interfere com pílula contraceptiva.

O Tramadol está contra-indicado para grávidas, mulheres a amamentar e pacientes com epilepsia não controlada ou a fazer tratamento com inibidores da MAO. Além disso, também não deve ser utilizado em casos de intoxicações por álcool, hipnóticos, analgésicos ou opioides,

A dose inicial recomendada para adultos e adolescentes com mais de 12 anos de idade são 2 comprimidos, a não ser que o seu médico prescreva outra posologia. Não tome mais de 8 comprimidos revestidos por película de Zaldiar por dia.

Existem vários genéricos no mercado.

1 comentário:

  1. Obrigada por este texto informativo! Faz falta um blog assim!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...