18/09/14

Metformina emagrece ou é um mito?

Tenho reparado que endocrinologistas agora prescrevem metformina como um “suplemento” para emagrecimento, vou explicar a razão disso.
A metformina encontra-se disponível na UE desde a década de 1950, é um dos antidiabéticos orais mais utilizados no tratamento das pessoas com diabetes mellitus tipo 2. A metformina é a principal droga de escolha para pacientes diabéticos e obesos, pois a mesma não está associada a ganho de peso, como acontece, por exemplo, com a insulina e outros antidiabéticos orais.

Actua de varias maneiras, as principais são:

 Reduz a produção de glicose pelo fígado.

 Aumenta a sensibilidade dos tecidos, principalmente dos músculos, à insulina. (A Metformina não aumenta a produção de insulina, mas sim optimiza a acção da insulina já produzida)

Reduz a absorção de glicose pelo trato gastrointestinal.

Organismo humano produz insulina para poder processar os açucares, direcciona os para dentro das células, onde são transformados em energia. Como efeito indesejado os níveis altos de insulina no sangue favorecem a formação da gordura no organismo. Neste passo o efeito da Metformina é importante, ao facilitar a acção da insulina nas células, os níveis do hormônio que circula no sangue caem, e isso pode contribuir para a perda de peso em pessoas com diabetes mellitus tipo 2. Mas a perda de peso é considerada apenas como um efeito colateral da Metformina.

Metformina também reduz a produção de glicose pelo fígado, onde reduz a libertação de glicose para o sangue e reduz a absorção de glicose pelo trato gastrointestinal Além disso, pode ajudar a reduzir os triglicérides e promover uma discreta perda de peso em pessoas com sobrepeso ou obesidade.
A Metformina é um dos poucos antidiabéticos que não provocam hipoglicemia, isso que dizer que mesmo que os níveis do açúcar no sangue já estejam baixos a Metformina não tem a capacidade de baixa los demasiado para poder sentir se mal.

Num estudo australiano concluíram que:
A perda de peso proporcionada pela metformina varia de 5% a 7% do peso inicial, e a redução da circunferência abdominal pode chegar a 3 centímetros. A metformina só funciona, contudo, quando acompanhada de uma dieta pobre em alimentos de alto índice glicêmico, como os carbohidratos. Isso porque, depois de ingeridos, esses alimentos são rapidamente transformados em glicose – e, em resposta ao aumento da presença desse açúcar, o organismo produz mais insulina, o que pode neutralizar o efeito do remédio. "É preciso também praticar exercícios físicos, para que os músculos queimem o açúcar circulante no organismo. Metformina também diminui o apetite.

Quais são as contraindicações da Metformina?
Não foi constatado efeito colateral de grande preocupação, o que se observou em alguns casos foram dores no abdómen e distúrbios gastrointestinais (náusea, diarreias, gosto de metal na boca). Apesar de apresentar poucas contraindicações, a Metformina não deve ser utilizada por pessoas com insuficiência renal e pessoas com doenças graves do fígado. Não se deve misturar álcool com metformina.
Embora não há evidencias cientificas, existem varias queixas relativas ao aumento significativo da queda de cabelo.

Como vimos a Metformina realmente tem a capacidade de provocar emagrecimento, como efeito colateral que aparece em pessoas que tomam o medicamento para combater a diabetes e como vimos não apresenta graves contraindicações, especialmente porque quando é tomado so com o objectivo de emagrecer a dosagem normalmente é metade ou menos da dosagem normal. Acho importante referir que ainda não há estudos suficiente que mostram o efeito do medicamento ao longo prazo nas pessoas que não tem diabetes, antes de tomar consulte o seu medico!


Deixe um comentário com a sua opinião, obrigada!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...